.mais sobre mim

.Ultimos Luares

. Escolher um caminho....

. encontro

. caminhos cruzados.....

. Simplesmente adeus...

. Renascer das Cinzas . . .

.Luares Passados

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Maio 2008

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Fevereiro 2005

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

.Luares Passados

Quinta-feira, 9 de Junho de 2005

Anorexia e Bulimia

mummy11.JPG


Quero apenas vos trazer algumas palavras sobre dois assuntos que tenho andado embrenhada. Bulimia e Anorexia Nervosa. . .  Todos sabem que Anorexia e Bulimia são Perturbações do Comportamento Alimentar, de certo que já leram ou viram um filme onde retrata esta estranha doença, pelo que não vos vou maçar com as teorias do que é a doença, de como se caracteriza, as causas, mas sim de uma descoberta que fiz.


No meio do meu trabalho e alertada pela serie de TV "A juiza" em que um dos casos era sobre Anorexia Nervosa, resolvi ir a internet e procurar Pró-Ana ( Termo utilizado para definir sites de anorexicas que incentivam e partilham experiências, dicas umas com as outras ). Além das Pró-Ana encontrei as Pró-Mia que estão relacionados com a Bulimia. Confesso que foi assustador senti-me como a entrar numa cultura underground. Mas por mais assutada mais interesada ficava e em 3 dias devo ter entrado e lido mais de 1000 sites Pro-Ana e Pró-Mia. Não condeno e acho de todo errado aquilo que vi em alguns sites de pessoas que não entendem e deixam comentários completamente destructivos e desprovidos de qualquer tipo de respeito. por muito que eu não concorde com o que estas "Anas" e "Mias" fazem não sou nada nem ninguem para chegar perto e amandar uma pedra.


Claro que fiquei preocupada e com vontade de ajudar todas aquelas raparigas ao longo do Mundo, mas não como o fazer. Algo que surge em grande maioria destes site e que esotu em total acordo é o facto de na primeira página alertarem a não entrada a quem não é Pró-Ana ou Pró-Mia.


Deixo-vos aqui alguns dos sites onde andei, se o vosso interesse agucei e mais quizerem saber podem sempre me mandar um e-mail Luar_triste@iol.pt ou mesmo fazer uma pesquisa no Google com as palavras Pró-Ana e Pró-Mia


http://proana-paradise.cjb.net/


http://www.anorexics.blogger.com.br/


publicado por Mulher Especial às 11:42

link do post | comentar | favorito
|

13 comentários:
De T* a 6 de Julho de 2005 às 10:29
Oi!
Vim parar no seu blog por meio de uma pesquisa e fiquei super surpreendida ao ver este post porque ainda ontem escrevi um super parecido no meu blog! =)
Também tomei contacto com a pró-ana e pró-mia através da série A Juíza e, tal como voçê, também passei horas pesquisando sobre o assunto, mas só ontem resolvi publicar um texto. É um tema deveras perturbador mas que me interessa muito pois sou estudante de Psicologia.
Um beijinho para voçê***


De anamia a 12 de Fevereiro de 2007 às 23:44
Bom, eu cai nesta tua página por um acaso! Verdade é que eu estava no google agora mesmo a procura de sites pró-ana e pró-mia, afinal eu costumo entrar nestes sites para que eles me ajudem a alcançar meu objetivo. Sabe, eu sofro de anorexia e bulimia nervosa, e me senti muito a vontade para deixar meu depoimento aqui, mas perdoe-me se entendi errado, se não devesse fazê-lo...
Há cerca de cinco anos eu era apenas mais uma gordinha feia, mal amada e sem alto-estima no mundo. Eu sentia que ninguém era capaz de me amar porque eu era muito gorda, e o mundo querida, infelismente, pertence às magras! Eu tentei milhares de dietas, regimes, remédios, recorri a tudo que se pode imaginar, mas quanto mais eu pensava em emagrecer, mais eu ficava ansiosa e assim, mais eu comia. Comecei a comer compulsivamente, não sei se tu sabes, mas a compulsão alimentar também é uma doença de cunho psicológico, a pessoa come muito por ansiedade depois passa mal, normalmente os comedores compulsivos são obesos e tem surtos 3 ou 4 vezes por semana, a pessoa sai de si, come num estado quase inconsciente. Então cheguei a pesar 75kg! Foi trágico entrei em depressão, pesquisei sobre o assunto e descobri o que eu tinha, foi quando conheci a ana e tentei me aproximar dela, mas me faltava força de vontade, ou melhor eu era uma comedora compulsiva, mesmo que parasse de comer por 3 ou 4 dias, vivendo à base de liquidos chegava uma hora que num verdadeiro surto psicótico eu saia de mim e comia, comia, comia, comia, comia a geladeira e a dispensa inteiras, e depois, eu passava mal a noite toda. Tentei por alguns meses virar anoréxica, mas mais uma vez eu me frustrei. Então conheci a mia, ela me ajudou muito eu comecei a vomitar sempre que comia, e como vomitar era muito ruim comecei a diminuir a comida, minha força de vontade foi crescendo aos poucos. Hoje eu peso 49Kg, continuo emagrecendo, e estou feliz, devo tudo isso à mia e à ana, elas sim são minhas amigas, que estiveram do meu lado, que me fizeram conseguir tudo o que eu queria. Gastrite, queda de cabelo, unhas muito fracas, desmaios, dentes podres... me pergunto, isso importa? Não muito, o que importa é que eu nunca mais vou ser aquela menina feia e gorda, e vou lhe falar uma coisa eu odeio pessoas gordas, odeio, quando vejo um gordo na rua eu tenho NOJO, não DÓ, NOJO, porque eu sei que ele é um gordo conformado e ninguém nesta situação deveria se conformar, ser gordo é terrível... Eu aconcelho aos gordos que procurem a ana e a mia, elas são boas! Hoja graças a elas eu sou modelo e se alguém tentar impedir que as meninas verdadeiramente belas desfilem por causa das "doenças" isso seria NOJENTO também!


De diana a 23 de Janeiro de 2008 às 12:42
k estupidez.eu me ferrei por causa disso e hoje gasto muito dinheiro em dentista...extrãção de dentes pele seca, pelos escuros em todo o corpo,frio...acha isso bom!?pense bem..tb pensava quase assim,so nao recriminava os gordos,pk cada um tem direito a vida..eles sao doentes por serem obesos,voce e doente por ser esqueletica, um cadaver andante..pense bem...pense no futuro nao so no presente...e se um dia quiser ter filhos....veremos se consegue...nao quero ficar contra ninguem so quero alertar consciências, pois infelizmente nao posso travar estas situações,parece que alguem se apodera de nos...


De Anjo a 19 de Maio de 2009 às 00:30
Para mim voce necessita de uma terapia, é tao corajosa para ficar vomitando, mas nao tem coragem de se conhecer profundamente. Para mim isso é uma negacao da feminilidade... agora pq ?? vc e q sabe nao é..???


De Tas a 28 de Junho de 2005 às 16:21
Poucas pessoas têm esse bom senso... O "não concordar" e ainda sim ter a decência de não atacar a escolha alheia é realmente louvável e seria muito mais agradável viver num lugar onde as pessoas tentam ser dessa forma.

Sobre esse assunto, já vi facismos de todas as partes, pessoas q não têm a mínima idéia de q problema é esse tentando OBRIGAR, putíssimos, as anoréxicas a seguir um tratamento. O movimento "underground" q vc encontrou é vítima de muitas distorções. Na verdade, o q não falta é leigo querendo fazer tempestade em gotícula...

Vou tentar deixar os pensamentos deuma pró ana mais claros: Ninguém acometido por uma doença que não traz sofrimento para a sociedade (é o caso da anorexia, portanto não entendo tamanha comoção) é obrigado a procurar ajuda profissional. O tratamento da anorexia é extremamente invasivo e incerto, levando muitas vezes à bulimia (mais de 30% das bulímicas são ex-anoréxicas q passaram pelo "tratamento"). Não é necessário dizer q a bulimia é muito mais danosa para o organismo q a anorexia, né?

Portanto, eu acho claro e lógico q algumas pessoas escolham não seguir um tratamento q ainda é muito ruim e q ignora o fator mental (fonte do transtorno). Essas pessoas têm todo o direito de se reunirem afim de trocar experiências umas com as outras, ajudando as portadoras a não entrarem em caminhos perigosos que a doença pode levar.

Só peço mais decência da parte de pessoas como o brunbrown, q parecem não entender que a anorexia é uma doença, um transtorno mental e q ninguém escolhe ter anorexia. Anorexia não é uma dieta para se perder 5Kg ou até mesmo 30Kg. Da mesma forma q não se pode dizer "Como meu avô é besta! Viveu toda a vida bem e agora resolveu "pegar" Alzheimer!", não se pode dizer q alguém pegou anorexia conscientemente. Costumamos dizer q ninguém escolhe ter ANA, a ANA escolhe ter vc.

Mas é necessário ter paciência, quando se escolhe trilhar um caminho q, eu não entendo bem pq, parece ser ofensivo às demais pessoas.

Finalizo com uma frase do Carl Jung: "Ser 'normal' é o ideal dos q nao têm êxito, de todos os que seencontram abaixo do nível geral de adaptação"


De Miss-Devil a 14 de Junho de 2005 às 21:31
oi!
deve ser um mundo mt instavel na kal as pessoas devem precisar de apoio e ñ k as deitem mais abaixo.
a vontade de ajudar é sempre mt boa mas existem imensas pessoas com problemas deste tipo k apenas algumas pessoas sao impossiveis de ajudar, mas podemos sempre dar o k podemos e ajudar kem podemos.
jinhos


De meialua a 14 de Junho de 2005 às 08:40
Vou ser sincera, nao li o teu texto todo, vim mesmo só deixar um beijinho...*


De Brunbrown a 12 de Junho de 2005 às 20:12
ui... escrevi demais, ups


De Brunbrown a 12 de Junho de 2005 às 20:11
Disturbios alimentares, por escolha ou não, lembra-me quase o acto de fumar. como um comportamento destrutivo sobre si, consciente ou inconsciente. de qualquer das formas, problema ou não, estilo de vida ou disfunção, é algo agressivo sobre o corpo, existe quem goste de sofrer, quem goste de passar fome, ou de emagrecer, engordar, se torturar, existem demasiadas formas de usar o poder que se tem sobre o proprio corpo, saudavelmente ou não, pelos mais diversos motivos, desde a procura de um caminho à renuncia de qualquer caminho, o ser humano possui esse poder de decidir o seu destino, ou será que o possui mesmo... tudo como consequência de algo. Os motivos podem ser muitos ou mesmo a ausencia destes.
Não é possivel controlar a maior parte do que nos afecta e no entanto muitos o tentam, o corpo parece esquecido pelo insaciavel espirito que quer ultrapassar as suas barreiras.
Acho que apesar de tudo, existe algo muito importante no corpo, é ele que nos mantém capazes de pensar, de sentir, e sem o seu minimo bem estar o espirito enfraquece e perde-se aos poucos, ele tambem nos influencia pois o presente é sempre mais forte em qualquer decisão, como alguem alcoolizado que quer continuar como está até desmaiar e no dia seguinte não pode ver alcool à frente.
O acto de comer é mais do que simplesmente ingerir alimentos, pode ser visto de muitas formas, a absorção do que o rodeia, o consumir, devorar uma maçã como quem lê um livro, levar aos espirito sensasões, sabores, apoderar-se deles na sua memória, renovar as ideias que lhe trazem. O paladar possui formas de equilibrar o corpo, desde o desejo por algo que em si é escasso como o enjoo quando algo é em demasia, o ceder a estes instintos é saudavel, leva o corpo a manter um equilibrio, o ignorar ou mesmo nem os notar mostra que algo não está bem, a ilusão do pensamento ultrapassa a necessidade do sentir.
Assim como as ideias que se forma, desde a estetica aos medos se alteram, tornam-se fobias sem razão. O porquê é importante, o questionar o que nos move. a curiosidade, o querer saber mais não deve ser esquecido, mas parece que as coisas são como são e é dificil questionar se são mesmo assim. ninguem é o que é apenas por que sim, o mundo não é preto nem branco, é uma mistura de cinzentos e pode até ter cores.
Ao ingerir alimentos, todos somos diferentes, existem gostos, culturas diferentes, ritmos diferentes, mas a sua utilização além de satisfazer as necessidades do corpo satisfaz as necessidades do espirito, quanto ao corpo podem existir disfunções ou não, tal como no espirito, a diferença é q o espirito deve lembrar-se que precisa do corpo. um corpo fraco perde resistencia, perde memoria, capacidade de raciocinio, etc. e sem isso perde-se capacidade de decidir, de ser, de viver, de criar e de perseguir sonhos, ideias, perde-se contacto com o real.


De agata a 15 de Maio de 2008 às 16:37
como eu posso virar arorexica quero virarr para poder emagrecer pois ja tentei dietas mais nunca consegui perde peso


De Anjo a 17 de Maio de 2009 às 20:15
Oi Agata, vi que seu comentario é de um ano atras, espero que nao tenha caido nas garras da Ana. Gostaria de entrar em contato com voce, nao caia nessa besteira....


De yasmin a 21 de Outubro de 2008 às 22:58
Me ajudem ,por favor eu so muito gorda e quero emagreceer ,quero ser anorexa mesmo tanto faz ,se for pra emagrecer ,fasso tudo !!

eu tenho 13 anos tenho 1.50 de altura e peso 54.1 quilos !!!

ME AJUDEM ,DEPENDO DE VCS !!


De Erika a 28 de Novembro de 2008 às 10:41
É mesmo lastimavel.. o ponto em que uma pessoa chega obsecada pela beleza magra. acho que todoas as pessoas teem seus sonhos: umas querem ser magras, outras cheinhas, outras bundudas ou peitudas, outras com cabelo lizerrimo e coisa e tal..
O Problema é que em primeiro lugar veem a aceitação, a pessoa tem que ter a conciencia de como esta e como é. E depois ela teem que prever como fikaria..se isso realmemente a deixaria mais bela e popular.
Eu não discrimino as ANAs e nem as MIAS, mas infelizmente elas são a saida mais fraca! Exercicio fisico, boa alimentação e acompanhamentoo diario é o q uma pessoa realmente prescisa. se o caso for mais grave ela vai prescisar de um acompanhamento médico mais rigoroso e dedicado.
Agora é estupido e irracional uma pessoa descrever neste blogo que o tratamnto ANA e MIA ajudam, e como um toxico-dependente dizer que o a droga que ele usa, mesmo o deteriorando esta o fazendo mit bem!
Consciencia é o primeiro passo, e meninoas e meninos ..não procurem pessoas que já estão no buraco para lhe darem a mão, ou o posso que vcs cairem vai ser muito mais fundo e talvez sem volta.


Comentar post