.mais sobre mim

.Ultimos Luares

. Escolher um caminho....

. encontro

. caminhos cruzados.....

. Simplesmente adeus...

. Renascer das Cinzas . . .

.Luares Passados

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Maio 2008

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Fevereiro 2005

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

.Luares Passados

Domingo, 3 de Dezembro de 2006

insónia da vida

Momentos de passagem, de vazio preenchido pela queda solitária. . . Insónia?! - ausência, vazio  de tudo o que existe, do nada que falta. . . insónia de vida?! - um beijo sentido no vazio do espaço, o desejo da liberdade, a angustia apertada no peito. . . Angustia guardada pela razão do que se quer. . . Insónia?! - a impaciência de esperar por um amanha, de não acreditar nas promessas . . .Insónia de vida?! cansaço da voz que pede calma . . . falta do abraço quente e envolvente em noites como esta . . . em noites como esta que nenhum dos meios abre caminho até ao meu frio e apertado ser . . . e como um dia sem anuncio a queda deu-se . . . do alto da escada ouço  a voz susurrando "Just free love / No hidden catch / No strings attached / Just free love...."e o tempo pára . . . num segundo apenas o mergulho perfeito no embaranhado de desejos, sentidos, beijos, palavras, angustias, alegria, felicidade, riso, gargalhadas . . . num segundo apenas o mergulho perfeito envolvido em duas palavras apenas FREE LOVE . . .de olhos fechados como quem entra com a  confiança de ser recebido mergulho no mar imenso que é o vazio do alto daquela escada que subia uns dias com orgulho, outros desejo, um pouco de cansaço, com sorriso, alegria ou com a  simplicidade de quem sobe para sair de algum lugar...

Free Love . . .Just free love . . .No hidden catch. . . No strings attached . . . Just free love . . .


A simplicidade do  que se quer envolve o desejo maior do que aquele que controlo Just Free Love ou talvez apenas LOVE . . . mais do que palavras ou gestos um movimento constante entre o equilibrio do sorriso do desejo, da surpresa, da palavras que chegam em momentos únicos . . . do abraço em noites com esta . . .

JUST FREE LOVE - uma utopia . . . uma insónia de vida


publicado por Mulher Especial às 01:18

link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De yohanan a 5 de Dezembro de 2006 às 12:30
"""cansaço da voz que pede calma . . . falta do abraço quente e envolvente em noites como esta . . . em noites como esta que nenhum dos meios abre caminho até ao meu frio e apertado ser . . .""" estas palavras tocaram-m profundamente. Deixo um beijinho*


De cigana a 5 de Dezembro de 2006 às 18:53
Luar triste, só podes viver se aceitares os desafios e as consequências que daí resultam. Não podes fugir para te protegeres.
"Rir é arriscar-se a parecer louco.
Chorar é arriscar-se a parecer sentimental.
Estender a mão para o outro é arriscar-se a se envolver.
Expor seus sentimentos é arriscar-se a expor seu eu verdadeiro.
Amar é arriscar-se a não ser amado.
Expor suas idéias e sonhos ao público é arriscar-se a perder.
Viver é arriscar-se a morrer...
Ter esperança é arriscar-se a sofrer decepção.
Tentar é arriscar-se a falhar.
Mas... é preciso correr riscos.
Porque o maior azar da vida é não arriscar nada...
Pessoas que não arriscam, que nada fazem, nada são.
Podem estar evitando o sofrimento e a tristeza.
Mas assim não podem aprender, sentir, crescer, mudar, amar, viver...
Acorrentadas às suas atitudes, são escravas;
Abrem mão de sua liberdade.
Só a pessoa que se arrisca é livre..."
http://tsilva.blogs.sapo.pt/ - O que me faz vibrar mais ainda




Comentar post