.mais sobre mim

.Ultimos Luares

. Escolher um caminho....

. encontro

. caminhos cruzados.....

. Simplesmente adeus...

. Renascer das Cinzas . . .

.Luares Passados

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Maio 2008

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Fevereiro 2005

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

.Luares Passados

Quarta-feira, 7 de Abril de 2004

Voando . . . .

A Lua de ontem relembrou-me este texto que escrevi alguns anos atras, apenas coloquei um excerto (a parte que mais gosto, claro) É um bocadinho grande...desculpem


image010.gif
Sou alguém como tantas outras, diferente e igual a todas elas. Cada um de nós, que vivemos neste planeta chamado Terra, temos características que nos tornam iguais e temos pequenos detalhes que nos tornam diferentes, especiais. Um dos objectivos que temos na vida, julgo eu, é descobrir esses pequenos detalhes e saber usa-los para a nossa felicidade e dos outros que nos rodeiam.
Cedo ou tarde descobri um dos detalhes que em distingue de todos os que me tocam e até dos que não imaginam a minha existência. O simples desejo de tocar o céu, sentir nas mãos uma nuvem, de ser abraçada pela Lua me fez Voar. Não tenho assas, nem engenho mas saio voando todas as noites. Não importa onde esteja, como esteja porque todas as noites saio voando pelos céus.
Voando...Voando pelo mundo descoberto, por Países desencontrados, cidades desconhecidas, terras distantes. Voando....
Do alto sem me aperceber toco em dezenas, centenas de pessoas. Cada ponto de luz uma casa, uma pessoa, uma vida talvez duas, talvez mais, talvez nenhuma...Mais alto ainda pequenos pontos de vida fazem-me sonhar, chorar...sorrir. Fazem-me viver mais ainda do que aqueles que me são tão semelhantes.
Voando sem parar porque o que vejo é tão belo que me embriaga. Voando ao encontro do nada, do tudo. Todas as noites espero o renascer da primeira estrela para viver. Como uma coruja que espera a noite para caçar...para viver. Saio voando pelo Mundo fora. Vejo quem amo, sinto quem me ama, observo o amor de quem desconheco, o ódio de quem não se conhece, as lágrimas de quem se encontra, a alegria de quem cria. Voando..
Cada noite é única. Porque tudo muda. Pessoas envelhecem, cidades crescem, sentimentos transformam-se, indivíduos desaparecem, novos surgem. Tudo muda, nem sempre para um melhor caminho. Num ritmo descontínuo, tudo muda, nem sempre para caminhos melhores...Aqueles pontos reluzentos apesar de tão pequenos crescem a um ritmo alucinante. O amor que observei deu lugar ao ódio, o ódio de ontem transformou-se em água, a água de uma qualquer altura conduziu ao amor. Tudo muda só o meu voar se mantém.....

(O texto continua mas ficaria muito grande colocar aqui...espero que estas palavras vos digam alguma coisa)

image010.gifimage010.gifimage010.gifimage010.gif

publicado por Mulher Especial às 13:14

link do post | comentar | favorito
|

4 comentários:
De Luar_triste a 12 de Abril de 2004 às 11:20
Encadescente Obrigada Um BEIJO


De encandescente a 8 de Abril de 2004 às 23:40
Li este post e os anteriores, gostei:)


De luar_triste a 8 de Abril de 2004 às 23:11
Xzip claor que não é pedir muito, colocarei o resto do texto em breve espero contudo que não fiques desiludido...Um Beijo continua a vir e a deixar as tuas palavras


De Xzip a 8 de Abril de 2004 às 20:54
Gostei muito. É um texto muito sensivel e meigo. Também tenho um fascinio pela aboboda celeste. Estrelas e Lua e noite. Será pedir muito o resto do texto para lermos? Bjs. :))


Comentar post