.mais sobre mim

.Ultimos Luares

. Escolher um caminho....

. encontro

. caminhos cruzados.....

. Simplesmente adeus...

. Renascer das Cinzas . . .

.Luares Passados

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Maio 2008

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Fevereiro 2005

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

.Luares Passados

Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2006

Chaplin . . .

“Já perdoei erros quase imperdoáveis, tentei substituir pessoas insubstituíveis e esquecer pessoas inesquecíveis. Já fiz coisas por impulso, Já me decepcionei com pessoas quando nunca pensei me decepcionar, mas também decepcionei alguém. Já abracei para proteger, Já dei risada quando não podia, Já fiz amigos eternos, já amei e fui amado, mas também já fui rejeitado, Já fui amado e não soube amar. Já gritei e pulei de tanta felicidade, já vivi de amor e fiz juras eternas, mas "quebrei a cara" muitas vezes! Já chorei a ouvir música e a ver fotos, Já liguei só para escutar uma voz, Já me apaixonei por um sorriso, Já pensei que fosse morrer de tanta saudade e...tive medo de perder alguém especial (e acabei perdendo)! Mas sobrevivi! E ainda vivo! Não passo pela vida... e você também não deveria passar. Viva!!! Bom mesmo é ir a luta com determinação, abraçar a vida e viver com paixão, perder com classe e vencer com ousadia, porque o mundo pertence a quem se atreve e A VIDA É MUITO para ser insignificante"

 

Chaplin

Sinto-me assim . . . já exprimentei . . . já senti . . . mas por vezes tenho medo de ir á luta, de dar mais aquele pequeno passo e de perder o que na verdade nunca tive e nunca terei . . .


publicado por Mulher Especial às 18:39

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Sábado, 16 de Dezembro de 2006

palavras que não saem

as lágrimas, o sangue derramado . . .a dor invisível apenas nisso as minhas palavras conseguem-se derramar. . . Perdão . . . sobre o abraço que me deste, sobre o beijo doce que pousas-te nos meus lábios adormecidos. . . sobre o que sinto quando em teus braços estou não consigo escrever. . . Lamento . . .O que sinto, os momentos que vivo, as recordações que guardo sobre o que o meu sorriso faz renascer após noites de trovoada. . . essas "coisas simples da vida" para elas não encontro palavras . . . Desculpa . . . meus dedos apenas se movem quando o meu coração chama por ti durante uma trovoada . . .quando me sinto afundar. . .  quando sinto que te estou a  perder apesar de saber que nunca te tive. Gostava de descrever os teus olhos, o desejo que eles espelham quando olhas o meu rosto, o teu gemido prazeroso quando me sentes. .. sinto-me presa á dor, Nela vivi um dia, Dela cresci e apenas a Ela conheço como a mim mesma. . . apenas sobre Ela consigo escrever . . .


publicado por Mulher Especial às 19:53

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Sábado, 9 de Dezembro de 2006

não mais te vou ver

não mais te vou ver disso eu sei. . .os meus pés preguei ao chão, mesmo assim deixei-me cair na ilusão de acreditar que é possivel sorrir . . . que é possivel ter, partilhar. . . viver. . . algo, momentos. . . mas não é . . .talvez por ser complicada,as coisas que para mim parecem simples são demasiado tortuosas para quem as peço . . . um abraço quando o dia corre mal . .  um beijo tranquilo na testa quando as lágrimas caem pela face. . .  nada é visto, nada é entendido . . . demasiado complicado, demasiado tortuoso . . .por demais pedir, por demais ......por tudo isto a solidão me espera até ao fim do que me resta . . .


publicado por Mulher Especial às 21:56

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Domingo, 3 de Dezembro de 2006

insónia da vida

Momentos de passagem, de vazio preenchido pela queda solitária. . . Insónia?! - ausência, vazio  de tudo o que existe, do nada que falta. . . insónia de vida?! - um beijo sentido no vazio do espaço, o desejo da liberdade, a angustia apertada no peito. . . Angustia guardada pela razão do que se quer. . . Insónia?! - a impaciência de esperar por um amanha, de não acreditar nas promessas . . .Insónia de vida?! cansaço da voz que pede calma . . . falta do abraço quente e envolvente em noites como esta . . . em noites como esta que nenhum dos meios abre caminho até ao meu frio e apertado ser . . . e como um dia sem anuncio a queda deu-se . . . do alto da escada ouço  a voz susurrando "Just free love / No hidden catch / No strings attached / Just free love...."e o tempo pára . . . num segundo apenas o mergulho perfeito no embaranhado de desejos, sentidos, beijos, palavras, angustias, alegria, felicidade, riso, gargalhadas . . . num segundo apenas o mergulho perfeito envolvido em duas palavras apenas FREE LOVE . . .de olhos fechados como quem entra com a  confiança de ser recebido mergulho no mar imenso que é o vazio do alto daquela escada que subia uns dias com orgulho, outros desejo, um pouco de cansaço, com sorriso, alegria ou com a  simplicidade de quem sobe para sair de algum lugar...

Free Love . . .Just free love . . .No hidden catch. . . No strings attached . . . Just free love . . .


A simplicidade do  que se quer envolve o desejo maior do que aquele que controlo Just Free Love ou talvez apenas LOVE . . . mais do que palavras ou gestos um movimento constante entre o equilibrio do sorriso do desejo, da surpresa, da palavras que chegam em momentos únicos . . . do abraço em noites com esta . . .

JUST FREE LOVE - uma utopia . . . uma insónia de vida


publicado por Mulher Especial às 01:18

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|