.mais sobre mim

.Ultimos Luares

. Escolher um caminho....

. encontro

. caminhos cruzados.....

. Simplesmente adeus...

. Renascer das Cinzas . . .

.Luares Passados

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Maio 2008

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Fevereiro 2005

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

.Luares Passados

Sábado, 20 de Agosto de 2005

Sonho ou realidade?


. . . suas mãos pequenas, robustas precorriam o meu corpo com delicadeza fazendo-se sentir. Dormia um sono de sorrisos de prazer atingido...sua boca marcava meu pescoço, os olhos mantinha fechados e suas mãos não paravam...com o prazer adormeci e com o prazer acordei levemente...nada podia fazer, em nada podia tocar o seu corpo sentia junto do meu. . . o calor comecava a sentir-se, a respiração ouvia-se . . . os sussurros no meu ouvido faziam-me arrepiar . . . sem o tempo contar os momentos foram se passando e o prazer aumentando . . . o climax chegou suas mãos percorriam meu corpo quando nos deixamos adormecer novamente . . .

publicado por Mulher Especial às 13:39

link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|

Segunda-feira, 1 de Agosto de 2005

...

Ouvi-te quando entravas no quarto sorrateiramente . . . senti a porta ranger . . . o teu respirar leve e calmo . . . senti e continuei a dormir, a sonhar. Deitas-te a meu lado sem som algum fazeres, colas-te tua pele a minha e nos teu braços aninhei-me . . . sonhava contigo e tu ali estavas. . . Determinada em terminar agarrei-me as nuvens brancas e doces e continuei o sonho da casa dos Nadas . . . uma casa de nadas mais que aquilo que nos unia, junta da praia em areia firme, branca como neve . . . contruir uma casa de nadas na areia é mais

publicado por Mulher Especial às 00:47

link do post | comentar | favorito
|