.mais sobre mim

.Ultimos Luares

. Escolher um caminho....

. encontro

. caminhos cruzados.....

. Simplesmente adeus...

. Renascer das Cinzas . . .

.Luares Passados

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Maio 2008

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Fevereiro 2005

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

.Luares Passados

Terça-feira, 30 de Março de 2004

...

lagrima6.bmp
Derramei lágrimas de dor que agora aqui sentada relembro. Dor que senti e que sei que foi mais que sofrida..recordo a angustia que vivi o desespero que nasceu dentro de mim...Lembro e relembro que muitos foram os momentos que julguei ter chegado o fim. Ouvi vozes de quem tanto me quer e nãoa creditei...agora que pouco tempo passou sei que falavam verdade.... Julguei que nada mais havia mas enganei-me...Julguei não conseguir ultrapassar toda a dor que sentia mas enganei-me....ultrapassei a dor, a angustia, o desespero....sofri, chorei...mas cresci e agora vivo a calma que me foi concedida...Nada mais posso dizer se não OBRIGADA a quem a meu lado ficou no desespero, na dor, na angustia...Nada mais posso dizer se não OBRIGADA a quem me trouxe esta calma que agora vivo...Nada mais posso fazer se não seguir neste caminho que comecou tão tortuoso mas que agora me faz sorrir como nunca, que agora me dá momentos de simplicidade pequena e plena....


Um Beijo no coração de quem está, esteve e estará comigo

publicado por Mulher Especial às 00:02

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

Domingo, 28 de Março de 2004

Estranha normalidade

O sol entrou, a noite tinha seguido viagem para outras paragens. Paragens longíquas do outro lado do mundo. O Sol chegou e logo iluminou o meu rosto iluminado do sorriso que tanto deixas-te em mim. A noite...a Lua...o Sol...as Nuvens...tudo tem um significado tão banal tão normal que não cosnigo deixar de sorrir e de me admirar... Questiono-me o que é o normal...se isto que vivo...isto que sinto...que normalidade é esta que sempre desejei que agora encontrei e que não conheco? Questiono-me com um sorriso com os momentos que vivo...Tornou-se tão simples esta minha fase de vida que nada mais sinto...que nada mais lhe posso chamar se não uma estranha normalidade.

publicado por Mulher Especial às 15:10

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Sábado, 27 de Março de 2004

Estou de volta

10135887.jpg
Estou de volta! Esta minha ausênsia forçada, necessária trouxe-me um novo alento para continuar a escrever e continuar com este blog. Confesso que muitas forma as vezes em que pensei em não mais voltar. Pensei em guardar a caneta e não masi escrever as apalavras que nascem em mim, que vivem dentro de mim. Andei por este novo mundo de blogs e vi alguns deles, tive ideias e uma nova vontade surgiu de continuar escrever. Mas de nada vale escrever se não houver quem leia. De nada me vale colocar o que sinto se não tiver quem leia que concorde quem discorde do que sinto que vivo que escrevo....

publicado por Mulher Especial às 14:53

link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|

Domingo, 21 de Março de 2004

...

Quero pedir desculpa por estas alterações confusas que o blog tem neste momento. Vou ter de me afastar durante uns dias para organizar algumas coisas pessoais e também tentar recolher o máximo de informação para mudificar o blog todo para que fique mais agradável e aprazível. Se queizerem e souberem podem enviar-me e-mails a explicar ocmo se muda algumas coisas ou mesmo a indicar links. Obrigada

publicado por Mulher Especial às 16:49

link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 17 de Março de 2004

Solidão

10137155.jpgLamento-me da solidão que me envolve esquecendo que um dia a desejei. Desejei mais do que tudo e foi quando senti, quando vivi o que numa ingenuidade desejei que vi o caminho que tinha escolhido. Sinto a solidão mas estou envolta de gente. Sinto a solidão sem abraços, beijos...Como é possível sentir solidão tendo BONS e grande AMIGOS? Sinto-me injusta por assim me sentir e por isso guardo para mim este sentir que não sei se é compreendido porque quem partilha a vida comigo. Cada vez que caminho um pouco mais reconheco que sãoe stas questões que tanto considero absurdas que me fazem querer masi e melhor que me fazem olhar a encruzilhada de modo bem atento não em deixando enganar com as aparências dos primeiros metros floridos e repletos de beleza. Sei que muitas vezes me queixo das pedras que encontro nos meus caminhos mas reconheco que são elas que me tornam na MULHER que hoje sou. Cheia de defeitos como qualquer mortal mas com qualidades, detalhes de fazer sorrir quem perto de mim está. Por isso me premito ao desanimo do fracasso que me tornei nestes ultimos tempos. Fracasso de MULHER, de estudante, profissional, de filha, irmã, madrinha e afilhada...talvez até mesmo de AMIGA. Que mais posos dizer se não que reconheco os meus erros e que estou a tentar...estou a tentar tornar-me alguem melhor o que é bem mais complicado de fazer do que escrever estas palavras.

publicado por Mulher Especial às 03:32

link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|